domingo, 30 de dezembro de 2018

Inteligência digital, o novo setor das grandes empresas






O caso da morte do cachorro provocado por um segurança do Carrefour mostra a fragilidade das empresas no enfrentamento de notícias negativas nas redes sociais.

Hoje toda empresa está sujeita a esse tipo de exposição pública e deve ter uma área de inteligência empresarial que se antecipe a possíveis problemas nas redes e que aja rápido na hora em que eles acontecem.

Crescimento rápido, falta de critérios na guarda de informações sigilosas, demissão ou falta de treinamento de funcionários, briga entre sócios, entre outros motivos, deixam rastros e expõem de forma negativa a imagem das empresas.

Nós, da Raízes Digital, prestamos consultoria nesse segmento, de proteção de imagem e na elaboração de estratégias em momentos de crise.

Esse trabalho se faz com monitoramento permanente de marcas e de inteligência na criação e produção de dados na internet.

Nos consulte!

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Campanha de 2018 já começou nas redes sociais

DROPS MISTO: Campanha de 2018 já começou nas redes sociais: Campanha já começou nas redes Contato permanente, fidelização do eleitor e redução de custos são vantagens para futuros candidatos As ele...

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Aécio Neves retoma o PSDB em Agosto e pede apoio a Temer para evitar candidatura de Lula

DROPS MISTO: Aécio Neves retoma o PSDB em Agosto e pede apoio a...: É  claro que Aécio Neves apoia Temer para evitar o seu impeachment e com isso bloquear possível candidatura de Lula antes que ele seja...

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Aécio : "Errei e assumo por me deixar envolver nessa trama ardilosa"

DROPS MISTO: Aécio : "Errei e assumo por me deixar envolver nes...: Em pronunciamento no plenário, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) concentrou os seus ataques ao empresário Joesley Batista, dono da JBS, e di...

terça-feira, 27 de junho de 2017

Reinaldo Azevedo : " Na verdade não há provas contra Aécio Neves"


Com efeito, o presidente do Conselho, João Alberto, tomou a única decisão sensata. Ainda vale no país a presunção de inocência, não a de culpa

Por: Reinaldo Azevedo

Ah, sim, está a maior gritaria nas redes sociais. A dos esquerdistas, como sói acontecer em casos que envolvam adversários políticos, era, portanto esperada. Até porque o alarido é lógico, dados os valores da turma. Afinal, para os companheiros, os seus são sempre inocentes, mesmo quando culpados; já os outros são sempre culpados, mesmo quando inocentes. O que não é óbvio, mas também não surpreende, é ver correntes de direita cair na conversa de Randolfe Rodrigues, o senador do PSOL do Amapá que se finge de verde-marinista para poder ser ainda mais vermelhinho por dentro. É aquele tipo de melancia sem semente…

Refiro-me, como deixa claro o título do post, à decisão de João Alberto Souza (PSDB-MA), presidente do Conselho de Ética, de arquivar a denúncia oferecida contra o tucano por Randolfe, que pretende ser o maior cassador de cargos do Brasil. Ah, não custa lembrar: ele foi o mais bravo dos senadores na luta contra o impeachment. Ele queria o Brasil à mercê de Dilma. Esse é o sujeito que quase virou um plantonista do “Jornal Nacional”.

Volto a Aécio. Indagado sobre por que arquivou o pedido, João Alberto disse a coisa certa: “Por falta de provas”. E, com efeito, prova contra ele não há. Investigações estão em curso. O próprio procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não as apresentou na denúncia oferecida ao Supremo. Qual foi a contrapartida dos R$ 2 milhões que recebeu de Joesley? Os tais R$ 60 milhões repassados para a campanha em 2014 foram declarados à justiça Eleitoral — parte considerável do dinheiro deve ter irrigado campanhas estaduais do PSDB.

Pode ser que a prova apareça? Bem, se acontecer, que se faça uma outra denúncia. Randolfe conferiu tal estatuto ao que é, por enquanto, simples delação. E se vai dar curso a um pedido de cassação nessas condições?

Há coisas que não fazem o menor sentido, e uma delas é a reação do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia. Disse ele:
“Ao arquivar sumariamente a representação contra o senador Aécio Neves, o presidente do Conselho de Ética do Senado consegue, ao mesmo tempo, debochar da sociedade, que espera esclarecimento para as gravíssimas acusações, e agredir o Estado Democrático”.

Com a devida vênia, pergunto onde o doutor Lamachia arquivou a presunção de inocência. Levar adiante um processo contra um senador quando a única prova é uma delação e quando não se tem a evidência de que aqueles R$ 2 milhões eram propina constitui a chamada presunção de culpa.

A ser assim, que se denunciem os 24 senadores que serão investigados pela Lava Jato. A propósito: Gleisi Hoffmann (PT-PR) já é mais do que uma acusada. E olhem que ela é ré desde setembro de 2016. O apreço do PT pela investigação é tal que fez dela presidente do partido. E Randolf, este soprano da pureza e da moralidade, não a denunciou ao Conselho de Ética. Foi seu companheiro de armas contra o impeachment. Com Gleisi, como se vê no alto, ele faz selfie.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Para Janot, é crime Aécio Neves conversar em casa sobre política com seus companheiros

DROPS MISTO: Para Janot, é crime Aécio Neves conversar em casa ...: A desculpa absurda DE PESOS E MEDIDAS* O ESTADO DE S. PAULO - SP O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou uma manifestação...

terça-feira, 30 de maio de 2017

Aécio : "Defendo todas as investigações; elas irão separar o joio do trigo

DROPS MISTO: Aécio : "Defendo todas as investigações; elas irão...: DROPS MISTO: Aécio : "Defendo todas as investigações; elas irão... : Flexa sem volta Aécio Neves / Folha de São Paulo Como escre...